Amigos do Blog

domingo, 1 de fevereiro de 2015

Adolescente de 14 anos confessa ter matado guarda-civil em São Paulo


O suspeito tem 14 anos, segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Segurança Pública.

Ana Paola Teixeira, 38, foi morta em uma tentativa de assalto na zona leste de São Paulo.
Em depoimento filmado pela polícia e veiculado neste sábado (31) pelo SPTV, da TV Globo, o adolescente afirmou que atirou cinco vezes contra Ana Paola. Ele negou, no entanto, ter disparado contra o filho da vítima, que também estava no veículo.
"Não atirei na criança. Atirei nela só, que fez o disparo em mim", disse.
No depoimento, o adolescente contou que o carro da guarda-civil chamou a atenção dele e de seu comparsa.

"Nós estávamos passando e [paramos] o carro na outra rua. Assim que eu desci, a guarda já tinha aberto o vidro. Eu já estava chegando, ela sacou a arma, fez um disparo e quase acertou na minha cara. Eu disparei cinco tiros. Não sei quantos ela tomou", afirmou o adolescente.
Um revólver calibre 38 supostamente utilizado pelo adolescente no crime foi encontrado pela polícia na casa da mãe dele, em São Miguel Paulista (zona leste).
Também na casa do adolescente, a polícia apreendeu uma moto que havia sido roubada na Vila Curuçá (zona leste), no dia 25.

Na delegacia, a vítima do roubo reconheceu o adolescente de 14 anos o irmão dele, de 19, e mais um homem, de 35 anos, como autores do roubo.
Em razão desse crime, a polícia passou a investigar se os três suspeitos atuaram juntos no assassinato da guarda-civil, informou a secretaria de segurança.

O adolescente de 14 anos que confessou ter matado a guarda-civil foi encaminhado para uma unidade da Fundação Casa. O caso dele será analisado pela Vara da Infância e da Juventude, na segunda-feira (02). Segundo informou a polícia, ele já esteve preso na Fundação Casa pelos crimes de roubo e furto.
O irmão dele e o terceiro comparsa estão presos temporariamente na carceragem do 77º DP (Santa Cecília).

Entenda o caso
A guarda estava saindo de casa, na avenida Nordestina, por volta das 7h, da última quarta-feira, quando foi abordada pelo suspeito, que estava armado.
Segundo a Secretaria Municipal de Segurança Urbana, pasta responsável pela GCM (Guarda Civil Metropolitana), ele viu o uniforme dela e então disparou.
O bandido corre e, segundos depois, volta para pegar a arma da vítima. Um vídeo divulgado pela TV Globo mostrou o momento do assassinato.
Ela foi socorrida pelo marido e encaminhada ao Hospital Tide Setubal, onde morreu. O filho dela não sofreu ferimentos.
A guarda era agente da Inspetoria Regional de Ermelino Matarazzo. Trabalhava na GCM há 15 anos.
O caso foi registrado no 32º DP (Itaquera).

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Gangue da Dinamite ataca prefeitura de Araucária PR.

E essa madrugada foi a vez da prefeitura de Araucária ir para os ares. A gangue da dinamite visitou o prédio público e detonou o caixa eletrônico. Pelo jeito exageraram na dinamite... Antes de efetuarem a explosão, os marginais incendiaram (explodiram) dois carros próximo a companhia de policia, e espalharam miguelitos, acessórios feitos com pontas de prego que servem para furar pneus. Eles bloquearam todo o centro para que nenhuma viatura chegasse ao local.

 Os Guardas Municipais e Agentes de Segurança que trabalham na prefeitura foram rendidos, mas  não sofreram ferimentos.
 Os bandidos como sempre estavam armados com fuzis. Os bombeiros foram acionados pós explosão para conter as chamas no local. Infelizmente não tem mais limite para eles
Fonte: Facebook de Aécio Novitski

Concurso da Guarda Municipal de Curitiba